Superferiado no Rio: Veja o funciona e o que deve ficar fechado por dez dias

Superferiado no Rio com restrições começam na próxima sexta-feira (26) e vão até dia 4 de abril. Veja o que funcionará e o que será fechado.

Dez dias sem aulas presenciais nas escolas particulares e municipais do Rio de Janeiro e Niterói. Em um momento em que as crianças estavam voltando a se adaptar ao estudo presencial neste novo normal, e que estudantes de escolas públicas – mesmo que de forma lenta – também voltavam as salas de aula, um decreto ainda mais rígido leva todos de volta para casa.

A decisão foi tomada após reunião com os comitês científicos municipais na última segunda-feira (22), quando os prefeitos do Rio, Eduardo Paes (DEM), e de Niterói, Axel Grael (PDT), definiram que durante dez dias – de 26 de março a 4 de abril – só serviços essenciais poderão funcionar nas duas cidades e as escolas não foram classificadas como essenciais.

Escolas ficarão fechadas por 10 dias no Rio de Janeiro

A notícia pegou em cheio mães que trabalham e usam o momento da escola para conseguir maior produtividade. Por outro lado, algumas poderão ficar em casa sem preocupação com o trabalho, visto que o Governo do Estado adianta todos os feriados do mês de abril para uma única semana.

A falta das escolas preocupa mães que precisam trabalhar e não sabem como serão os cuidados com as crianças nos próximos dias.

“Infelizmente as escolas vão parar novamente”, lamentou Edynalva Pereira, que tem um filho de 5 anos. “Espero que sejam somente 10 dias porque minha filha fica muito aflita sem poder ver os amiguinhos”, conta Bruno Miranda, que tem uma filha de 6 anos em um colégio particular no Rio. “Eu sinto falta dos meus amigos e gosto muito da escola”, ressaltou a pequena Isis, de 5 anos.

“As crianças, e nós, que cumprimos o distanciamento social, estamos pagando o preço pelo desrespeito e irresponsabilidade daquelesque continuam andando sem máscara e indo a festas”, afirma Elysangela Melo, cuja filha está na pré-escola.

A suspensão das aulas presenciais no Rio de Janeiro e em Niterói acontece numa tentativa de frear a disparada recente da Covid-19. Consenso entre muitos pais e amplamente falado nos noticiários, o fechamento das escolas acontece em meio a casos confirmados de lotação em bares, boates e festas clandestinas.

Com as novas medidas restritivas no Rio e em Niterói, que entram em vigor na próxima sexta-feira, 26, bares e restaurantes também não poderão fazer atendimento presencial. Continuarão funcionando normalmente estabelecimentos como mercados, padarias, farmácias, bancos, serviços de saúde, veterinárias e lojas de material de construção.

“As escolas sempre serão as primeiras a abrir e as últimas a serem fechadas. Ninguém aqui é alarmista ou deixa de se preocupar com economia e emprego, mas tomamos essa decisão por necessidade e ouvimos muito a ciência. São medias duras, mas duras para preservar vidas”, disse o prefeito do Rio, Eduardo Paes, que evitou a palavra lockdown durante a coletiva de imprensa do último dia 22 de março.

Superferiado no Rio

Na terça (23/03) também foi aprovado o projeto de lei enviado pelo governador do Rio governador em exercício, Claudio Castro, que cria um “superferiado” porque concentra em uma única semana todos os feriados do mês de Abril. No entanto, esta não deve ser considerada uma oportunidade de diversão e viagens, mas sim, de reclusão em casa.

Entre 26 de março e 04 de abril, acontecerá a antecipação dos feriados de Tiradentes (21/04) que passa para 29 de março, dia de São Jorge (23/04) que passa para o dia 30 de março. Com emendas, o texto do projeto de lei aprovado pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) institui como feriados os dias 26 e 31 de março e 1º de abril.

Home office com crianças pode alterar a produtividade e aumentar o estresse materno

As medidas serão reavaliadas daqui a dez dias, por isso, é importante que as famílias em home office revejam a “logística” de como trabalhar com elas ao redor e até mesmo, como ajudar os pequenos a se distraírem em casa longe dos amiguinhos da escola.

“É um esforço para evitar colapso como vimos em outros estados”, disse o secretário de saúde de Niterói, Rodrigo Oliveira. Daniel Soranz, secretário de saúde do Rio, completou: “Sabemos que são medidas duras, mas eficientes. Se tomadas agora, vão salvar muitas vidas”. Ambos estavam na coletiva de imprensa.

Em todo o Estado do Rio, são mais de 35 mil mortos e mais de 621 mil infectados na pandemia. Já o Brasil, ultrapassa 300 mil mortes por Covid-19 e, de acordo com a Universidade Johns Hopkins, em números acumulados, o Brasil é o segundo país no ranking de óbitos e de casos, atrás apenas dos Estados Unidos. 

VEJA O QUE MUDA A PARTIR DESTA SEXTA

(Fonte: Prefeitura do Rio)

DETERMINAÇÕES

• Atendimento presencial apenas em atividades essenciais.

• Teletrabalho para servidores e empregados públicos (com exceção de serviços essenciais) e

incentivo ao teletrabalho em empresas e outros serviços privados.

• A prática de atividades físicas individuais em praças, parques e logradouros do município, bem como nos espaços abertos de uso comum em áreas particulares está liberada, desde que não gere aglomerações e atenda às medidas de proteção à vida.

Está suspenso o funcionamento presencial de creches, escolas e universidades.

ESTÃO PROIBIDOS

• A permanência de pessoas em vias públicas das 23h às 05h.

• O funcionamento de Museus, galerias, bibliotecas, cinemas, teatros, casas de espetáculo e salas de apresentação.

• Boates, danceterias, salões de dança, casas de festa e outros.

• Salões de cabeleireiro, barbearias, institutos de beleza e estética.

• Clubes sociais e esportivos e serviços de lazer.

• Parques de diversões e circos.

ESTÃO SUSPENSOS

• O funcionamento presencial de creches, estabelecimentos de educação infantil, estabelecimentos de ensino fundamental, médio e superior, estabelecimentos de ensino de esportes, música, arte e cultura, cursos de idiomas, cursos livres, preparatórios e profissionalizantes e centro de treinamento e de formação de condutores.

• Feiras, exposições, congressos e seminários.

• Concessão de autorizações para eventos e atividades transitórias em áreas públicas e particulares.

O atendimento presencial de:

• Bares, lanchonetes, restaurantes, e congêneres.

• Quiosques em geral, incluindo-se os da orla marítima.

Demais estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços não especificados

PODEM FUNCIONAR

• Lanchonetes, restaurantes e bares: exclusivamente para entrega em domicílio, take away e drive-thru, sendo proibido o atendimento presencial e a permanência de público no interior do estabelecimento.

• Serviços de comércio de alimentos e bebidas, como açougues e peixarias supermercados, hortifrutigranjeiros, padarias, lojas de conveniência e outros, sendo proibido o consumo no local e recomendada a ampliação do horário de funcionamento.

• Serviços assistenciais de saúde, farmácias e comércio de equipamentos médicos e suplementares e óticas

• Assistência veterinária, serviços e comércio de suprimentos para animais.

• Comércio de materiais de construção, ferragens e congêneres.

• Estabelecimentos bancários e lotéricos, instituições de crédito, seguro, capitalização, comércio e administração de valores imobiliários e serviço postal.

• Comércio atacadista e a cadeia de abastecimento e logística.

• Feiras livres e móveis.

• Bancas de jornal, sendo proibida a exposição à venda e a comercialização de bebidas alcoólicas.

• Comércio de combustíveis e gás.

• Serviço de mecânica e comércio de autopeças e acessórios para veículos e

bicicletas, além de serviços de locação de veículos.

• Hotelaria e hospedagem, com o funcionamento de serviços de alimentação restrito aos hóspedes.

• Transporte de passageiros.

• Atividades industriais e obras de construção civil.

• Serviços de entrega em domicílio.

• Serviços de telecomunicações, teleatendimento e call center.

• Serviços funerários.

• Serviços de lavanderia.

• Outras atividades que não admitam paralisação.

IMPORTANTE

• As atividades devem funcionar considerando o nível de alerta de risco muito alto para todo o território do município.

• As atividades previstas neste artigo incluem os estabelecimentos que funcionam no interior de shopping centers e centros comerciais.

Facebook Comments

Deixe seu comentário

Comentar

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.