Atividades lúdicas ajudam e estimulam a alfabetização em casa

Já são 200 dias com as crianças estudando em casa. O homescholing tem sido desafiador para famílias que antes contavam com o apoio presencial da escola, dos professores, explicadores e do estimulo que as crianças tinham de estudar ao lado dos coleguinhas. A principal dificuldade da alfabetização em casa diz respeito ao estímulo sonoro e visual das sílabas. Porém, um outro desafio apareceu em tempos de pandemia de Covid-19 e distanciamento social: a paciência e a criatividade.

O Mãe em Dupla Jornada conversou com a psicopedagoga do Centro Educacional Miraflores, Sônia Teixeira, e com a pedagoga e coordenadora da Educação Infantil e Ensino Fundamental do Elite Rede de Ensino, Nathália Cardoso Ferrari da Silveira. Fomos em busca de dicas para tonar o processo de escolarização em casa menos traumático, mais eficaz e lúdico para pais e alunos.

“Quando pensamos em ludicidade, a sensação é que “vai dar trabalho”, mas é o contrário. O lúdico precisa fazer parte do dia a dia de maneira espontânea. Crianças precisam de tarefas simples para que sejam capazes de cumprir sem interferência”, diz Nathália Cardoso.

Pedagogos ensinam a superar os desafios da alfabetização em casa

Aproveite as atividades do cotidiano doméstico
🖍 Ditar o nome do programa que quer ver na plataforma de filmes.
🖍 Pedir que pegue no armário da cozinha o pacote que tem a sílaba que ela aprendeu.
🖍 Pedir ajuda para “ler” uma receita que vocês vão preparar juntos (a criança pode ler quantidades e palavras que já aprendeu)
🖍 Jogos diversos, como exemplo, 94 segundos. Um jogo que aumenta o repertório de palavras da criança e incentiva a escrita. 🖍 O jogo sugere uma letra e um tema inicial, exemplo: animal com a letra F. O jogador tem apenas 94 segundos para encontrar o maior número de palavras. Todas as respostas são pontuadas e o jogador poderá jogar com até 4 pessoas, quem tiver pontuação maior vence.

Fonte: Elite Rede de Ensino

Segundo a psicopedagoga do Centro Educacional Miraflores, Sônia Teixeira, o mais importante é o diálogo, a estimulação, a oferta de
oportunidades para que a criança perceba o mundo a sua volta e como
pode atuar de forma ativa nesse contexto.

“Estimular a autonomia é primordial e encorajá-la diante do risco que é crescer e aventurar-se diante do conhecimento. O erro sempre deve ser encarado com leveza, pois é uma forma de pensar. Todos os estímulos em casa podem ser favoráveis a uma aprendizagem divertida e encorajadora“, afirma.

Estimule a criança a escrever pequenos bilhetes para os pais, para os avós e amigos

Aprendizado fica mais fácil quando é lúdico

🖍 Livros infantis de diversos gêneros (narrativas, poesias, fábulas, parlendas, etc.), onde a criança e os pais se revezam na leitura das páginas e das imagens.
🖍 Atividades escritas (impressas ou copiadas no caderno).
🖍 Jogos de alfabetização (físicos ou online).
🖍 Brincadeiras de rimas, são excelentes estímulos para o desenvolvimento da consciência fonológica – percepção dos sons da nossa língua, tanto no início das palavras quanto no final das palavras. A sonoridade é fundamental para o processo de alfabetização. A criança vai perceber que existem os textos, as frases, as palavras e as sílabas.
🖍 Jogos cantados/cantigas/parlendas. Ex.: o sapo não lava o pé…momento em que a criança completa os versos, revezando com o responsável.
🖍 Trabalhamos assim a estimulação auditiva, da rima, dos sonos parecidos.
🖍 Contação de uma história pela criança,  através do desenho que ela elaborou, momento em que ela possa relatar os elementos que fez, quem estava na cena, onde ocorreu, em que período do dia aconteceu, … (esses são elementos que estimulam não apenas a grafia, mas também a interpretação).
🖍 Desafio de quantas palavras começam com : MA, TA, BE, TO…. com a participação de toda a família, no jogo divertido.
🖍 Estimular o auxílio da criança na lista do supermercado, onde ela possa criar hipóteses para a escrita das palavras.
🖍 Estimular a criança a escrever pequenos bilhetes para os pais, para os avós, amigos.
🖍 Estimular a confecção de pequenos livros, onde elas possam construir suas histórias, com imagens, hipóteses das palavras, a escrita deve ser estimulada. Registrar uma viagem em família, férias na casa da vovó.
🖍 A matemática não pode ser desprezada, podemos brincar de agrupar objetos, com critérios iguais, diferentes, contar quantas colegas ela conhece… Quantas crianças há no prédio onde reside.
🖍 Ajudar a colocar a roupa no varal pode ser divertido, contando os pregadores, a quantidade de peças da mesma cor, se existem mais roupas de uma cor ou menos peças de uma cor.
🖍 Podemos separar os  lápis,  a quantidade de talheres na hora da arrumação da mesa.

Fonte: Centro Educacional Miraflores

Facebook Comments

Deixe seu comentário

Comentar

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.