Nutricionista ensina como montar pratos divertidos e nutritivos nas férias escolares

Sem abusar de alimentos prejudiciais à saúde das crianças é possível, com criatividade, criar pratos saudáveis, mesmo no período das férias

As férias escolares chegaram e com elas muita diversão, passeios e preocupação com a alimentação, principalmente para quem tem filhos a que estudam no período integral e se alimentam na escola. Isso porque, fazer o pequeno comer junto com os amiguinhos é bem mais fácil do que conseguir que ele se alimente em casa sem o estimulo de estar perto de outras crianças. Durante as férias os hábitos alimentares e horários das refeições costumam ser alterados por conta das atividades, então, continue lendo e veja dicas de como montar pratos divertidos e nutritivos para a criançada.

De acordo com a gerente de Nutrição Assistencial do HCor, Rosana Perim, durante as férias, uma forma de estimular a alimentação das crianças é envolve-las no preparo da comida. “O brócolis, por exemplo, pode ser transformado em árvores. Já na sobremesa, a sugestão é utilizar frutas cortadas no formato de estrelas ou coração, para despertar a atenção e criatividade da criançada”, explica a nutricionista. No final desta matéria colocamos muitas fotos de pratos divertidos para você se inspirar. Continue lendo.

Carne, arroz, feijão e brócolis: almoço preferido da Isis, de 3 anos.
(Foto: Arquivo pessoal)

Atualmente há uma série de discussões sobre a alimentação infantil e muitos pais já estão conscientes sobre a necessidade de substituir alimentos gordurosos e o excesso de sal e açúcar na rotina alimentar da criança. Porém, Rosana Perim, explica que quitutes calóricos não precisam ser completamente abolidos durante as férias, desde que sejam oferecidos em pequenas porções. “O ideal é consumir bolachas integrais no lugar das recheadas, alimentos grelhados ao invés de frituras, além de verduras, frutas e legumes, que não podem faltar no cardápio dos pequenos”, esclarece a especialista.

Outro motivo para ajudar seus filhos a se alimentarem corretamente está na possibilidade de reduzir a incidência de resfriados, gripes e crises respiratórias, por causa do inverno e poluição. “Comer bem e corretamente favorece o organismo e o deixa mais resistente, além de garantir energia para toda diversão. Além disso, alimentos nutritivos, como verduras, legumes e frutas mantêm a saúde, aumentam a imunidade e auxiliam no desenvolvimento das crianças”, afirma Rosana.

Quer dicas valiosas que vai te ajudar a economizar tempo e não passar tanto do horário das refeições?

biscoitos caseiros integrais

– Deixe alimentos saudáveis prontos. Isso inclui desde frutas frescas como morango, banana, maçã, pera, saladas de frutas, até gelatina, bolo preparado com flocos de aveia, bolo de cenoura, biscoitos caseiros integrais, suco de fruta natural e água de coco.

– Evite o exagero. Até mesmo o excesso de pipoca pode trazer para a criança complicações digestivas pelo excesso de gordura e sal. Os doces com cremes, chocolate e chantilly também devem ter consumo controlado.

– Criatividade na produção da refeição. Decorar os pratos é uma alternativa para chamar atenção das crianças menores. Vá até o final da matéria para ver fotos inspiradoras.

Macarrão colorido com vegetais

Introduza verduras e legumes na massa e no recheio de tortas. Preparar pastéis assados e recheados com verduras e queijo, fazer sobremesas à base de iogurte ao invés de creme de leite e chantilly, colocar torradinhas de pão integral nas saladas e queijo magro ao invés de parmesão são algumas sugestões.

– Não atropele as refeições. As crianças costumam acordar um pouco mais tarde neste período, o ideal é que o café da manhã seja nutritivo e leve, para não atrapalhar o apetite do almoço. Um copo de leite com achocolatado ou iogurte é o mais recomendado. Assim, pães e cereais podem ser adicionados ao lanche da tarde, com sucos ou leite fermentado.

– Coloque cor no prato. Aposte em alimentos que tornem a apresentação do prato colorida e variada. Não esqueça de colocar legumes e vegetais como complemento ao arroz com feijão, às massas, carnes grelhadas ou ensopados.

– Use personagens. Para as crianças que tem receio a certos alimentos, a dica é tentar tornar a alimentação divertida. Para as meninas, o suco de morango, por exemplo, pode ser da personagem Moranguinho. Já para os meninos, a vitamina de frutas pode ser do homem aranha.

Gostou da matéria? Então, deixe seu comentário e compartilhe com outras pessoas.

Facebook Comments

Deixe seu comentário

Comentar

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.