Meditação para crianças ajuda a acalmar, concentrar e a criar hábitos saudáveis

Meditação para crianças - Tecnicas de meditação - Exemplo de meditação para criança

Isis sentada em posição de lótus

Dia desses eu estava passando pelo cor’redor que liga a cozinha ao quarto e ouvi um “OM” – aquele mantra de meditação. Silenciosamente me aproximei. Surpresa! Isis estava sentada ao lado da cama de olhos fechados, pernas cruzadas em posição de lótus… meditando. Ela estava me imitando! Sempre falo para as pessoas sobre a importância de silenciar nosso interior, mas meditação para crianças nunca foi algo explorado por aqui. Chegou a hora de contar os benefícios da meditação para mães e crianças.

Frequento há dez anos a Ordem Fraternal Cruzeiro do Sul – CEU, local onde o silêncio, o autoconhecimento, reiki e a meditação guiada são amplamente trabalhados. Entre os benefícios da meditação para crianças (e você pode aproveitar o momento para fazer junto) são: estabelecer uma conexão com o universo interior; acalma; reduz a agressividade; ajuda a aliviar dificuldade para dormir; ajuda a lidar com a frustração, o medo e a raiva; aumenta a capacidade de concentração; harmoniza e equilibra os sentimentos; auxilia na criatividade, muitas vezes escondida pelo excesso de estímulos exteriores.

Agimos errado quando pensamos que crianças não têm preocupação. De modo geral, as preocupações dos pequenos têm elo com as nossas preocupações. Coisas que as crianças estão vivenciando no dia a dia e ninguém para e conversa com elas sobre os acontecimentos. Bullying, os problemas familiares, excesso de atividades, passar tempo demais com celulares e computadores, cobrança por boas notas na escola podem ser causa de tristeza e ansiedade.

Meditação ajuda a criança a ser mais concentrada e calma

Então, como muitas não sabem verbalizar o que estão sentindo, passam a se expressar com pirraça, choro, pesadelos, insônia, irritação, falta de apetite ou muita fome. Meditar ajuda a reduzir problemas de atenção, concentração, foco e comportamento. Ajuda a ordenar o pensamento de modo a facilitar um diálogo ou encontrar um meio favorável de passar por situações ruins.

Essa prática já vem sendo feita em algumas escolas com o objetivo de acalmar os alunos e melhorar a qualidade de vida deles.

Ah, mas é ruim ficar sentada com as pernas cruzadas, coluna ereta, não com as mãos apoiadas nos joelhos com as palmas voltadas para cima, Fernanda! E quem disse que precisa ser assim? Que tal ficar sentado ou deitado de forma confortável. Confortável. Apenas isso.

Ok! Vamos meditar?

Meditar ajuda a dormir melhor
  1. Coloque a criança sentada confortavelmente em um lugar calmo da sua casa, em um momento em que vocês não serão incomodados por outras pessoas (ou peça para não ser chamada). Pode ser sentado na cadeira, na cama, no chão. Pode ser deitada com a barriga para cima com as pernas e braços esticados, ou, os braços podem repousar sobre a barriga… Confortável. Apenas isso.
  • Peça gentilmente que a criança feche os olhos. Se ela dormir não tem problema. Deixe-a acordar naturalmente.
  • Ajude a criança a se conectar por meio da respiração. Como? Inspire por 4 segundos, retenha por 4 segundos e solte em 4 segundos. Ou, faça a respiração de meditação pausada em seu próprio tempo. Para que a criança entenda melhor a técnica de respiração, peça com delicadeza que ela imagine estar enchendo vagarosamente um balão de aniversário.

Ensine a criança a meditar pensando em coisas boas
  • Conduza a pensar em coisas boas, alegres e sutis. Exemplo: um jardim com muitas flores, balões no céu, peixinhos nadando no mar, passarinhos voando… Situações simples e lúdicas.

Está animada para colocar a meditação na vida de seu filho e na sua? Desde que a Isis era um bebê eu já colocava músicas relaxante para ela quando se aproximava a hora de dormir à noite. Atualmente, além de leva-la as sessões da CEU, muitas vezes, quando ela tem ataques de pirraça eu a abraço, faço o exercício da respiração e, gentilmente, peço para que ela se acalme. O tempo de duração da meditação varia de pessoa para pessoa e não há uma regra. Considere aquilo que for confortável para a criança. O importante é fazer e tentar executar a meditação por um período de 21 dias, tempo que o organismo leva para se adaptar a algumas mudanças.

Uma ajudinha para vocês
Seguimos no YouTube o canal da coach Renata Rocha. Nele há diversas mentalizações com a técnica Ho’Oponopono e um vídeo muito fofo de meditação para crianças. A dica é fazer para ajudar a criança dormir.

Faça a meditação e me conte como foi. Deixe sua opinião aqui nos comentários e compartilhe esse post para que mais mães se beneficiem da meditação calmante para crianças. Sua colaboração vai ajudar muitas pessoas.

Facebook Comments

Deixe seu comentário

Comentar

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.