Explosões causam pânico, correria e mortes na Arena Manchester após show da Ariana Grande

Atualizado às 9h de 23/05/2017

Dois estrondos semelhantes aos de bombas foram ouvidos na noite desta  segunda-feira (22) perto da Manchester Arena, no Reino Unido, no final do show da cantora americana Ariana Grande. Logo após o estrondo, a polícia britânica confirmou que havia mortos e feridos, 59 pessoas foram vitimadas. A maioria dos presentes no show eram crianças e adolescentes acompanhados por pais.

No início da manhã desta terça (23), o Estado Islâmico assumiu o atentado provocado por homem bomba na entrada do ginásio, 59 pessoas foram vitimadas. Um homem de 23 anos foi preso acusado de participação, já o responsável pela explosão morreu no local.

Desde ontem várias famílias fazem apelos emocionados nas redes sociais para encontrar parentes desaparecidos, muitos não voltaram para casa depois do show. A hashtag #MissingInManchester está sendo compartilhada com fotos das crianças e adolescentes desaparecidos. A rainha da Inglaterra se disse profundamente triste. Já a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, classificou ataque como “covarde em um dos piores da história do Reino Unido”.

Ariane Grande publicou em seu Twitter: “Quebrada. Do fundo do meu coração sinto muito. Não tenho palavras”. Ariana grande saiu do ginásio aos prantos. A cantora tem shows marcados no Brasil no fim de junho. Uma vigília em memória dos mortos e feridos está marcada para hoje à noite.

O pai de duas meninas que sobreviveram falou com a rede BBC e resumiu o sentimento: “Trazemos nossos filhos para um momento inesquecível. O que eles vão se lembrar para sempre desse show ficará na memória pelos motivos errados”.

~~~

Ariana Grande, de 23 anos, está em turnê mundial no auge de sua carreira. Ela tinha cantado a última música quando aconteceu as explosões. Um representante da gravadora da estrela POP disse à revista “Variety” que Ariana está “Ok”. O esquadrão antibombas foi acionado e esteve no local com cães farejadores. Ambulâncias socorreram os feridos. Vários adultos estão disponibilizando seus números de telefone para que os pais consigam localizar seus filhos e um hotel nas proximidades do ginásio foi usado como ponto de encontro. O serviço britânico de trens bloqueou as linhas que saem da estação Victoria, que fica em frente à arena. A Manchester Arena é um ginásio usado para shows e eventos esportivos com capacidade para 21 mil pessoas.


Opinião de mãe

É absurdamente triste e preocupante que o caso tenha ligação com possíveis atentados terroristas. Existem relatos que foram encontradas bombas não detonadas perto. São informações de sites e redes sociais, mas nada oficial. As pessoas não estão tendo como voltar para casa, são crianças e adolescentes que neste momento estão desencontrados de seus pais. Algumas pessoas mortas. Uma corrente de solidariedade se forma no momento, mas, também de tristeza. É tenebroso pensar que criminosos estão atacando locais onde estão basicamente crianças!

Facebook Comments

Deixe seu comentário

Comentar

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.