Como sobreviver ao bloqueio do WhatsApp

48 horas sem WhatsApp no Brasil

O bloqueio temporário do WhatsApp por 48 horas virou o assunto do dia. Você, mãe moderna que não vive sem o WhatsApp, pode usar o Messenger do Facebook, Viber, Skype, Telegram (que tem funções semelhantes às do app) até o aplicativo WhatsApp voltar a funcionar. Para facilitar nossa vida o Facebook enviou uma mensagem aos celulares dos usuários dizendo: “Estamos trabalhando para restarurar o WhatsApp. Enquanto isso, use o Messenger”.

Para quem quiser saber mais sobre o bloqueio do Whatsapp, neste link estão os detalhes dessa história.
http://www.conjur.com.br/2015-dez-16/operadoras-telefonia-bloquer-whatsapp-48-horas

48 horas sem WhatsApp no Brasil
48 horas sem WhatsApp no Brasil

O motivo seria uma recusa do WhatsApp em fornecer informações para uma investigação policial que vinha desde 2013.

Também é sabido que o WhatsApp derruba o império das telefonias e seus preços absurdos e que se pudessem, as operadoras se livrariam de todos os aplicativos semelhantes ao mensageiro online porque querem voltar a ter receita, uma vez que o brasileiro perdeu o costume de fazer ligações. Só no Brasil são mais de 100 milhões de usuários do aplicativo.

E se você pensa que o WhatsApp serve apenas para bater papo, está enganada. Tem muita gente fazendo negócios (business), reuniões e trabalhando usando o app. Eu sou uma dessas pessoas.

Em seu perfil no Facebook, Mark Zuckerberg, cofundador e presidente-executivo do Facebook escreveu que este é “um dia triste para o país”. Na mensagem postada em sua página pessoal, ele também citou que está “trabalhando duro para reverter a situação”. Se você não sabia, o Facebook comprou o WhatsApp em fevereiro de 2014 por US$ 22 bilhões.

“Estou chocado que nossos esforços em proteger dados pessoais poderiam resultar na punição de todos os usuários brasileiros do WhatsApp pela decisão extrema de um único juiz.
Esperamos que a justiça brasileira reverta rapidamente essa decisão. Se você é brasileiro, por favor faça sua voz ser ouvida e ajude seu governo a refletir a vontade do povo.”, disse Mark Zuckerberg no post e lançou as hashtags ‪#‎ConectaBrasil‬ ‪#‎ConecteoMundo‬

Facebook Comments

Deixe seu comentário

Comentar

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.